ELENCO E EQUIPE:

Thiessa Woinbackk

Atriz (Valentina)

Thiessa Woinbackk é uma mulher trans natural da cidade de Catalão, no estado de Goiás. Ela tem graduação em biologia e fez parte de um grupo de teatro por três anos em sua cidade natal. Atualmente, Thiessa mora em São Paulo, onde dirige o influente e crescente canal do Youtube "Thiessita", com mais de 770 mil seguidores e cerca de 50 milhões de visualizações. Ela também é uma ativista dos direitos trans e publica vídeos sobre temas como direitos civis, beleza e a importância da autoaceitação para adolescentes LGBTQ. "Valentina" é sua estreia no cinema.

Guta Stresser

Atriz (Márcia)

Guta começou no teatro em Curitiba, aos 13 anos. Desde então, teve vários trabalhos reconhecidos pelo público e pela crítica, incluindo filmes, programas de TV e peças de teatro. Guta se destacou por interpretar personagem Bebel Carrara da série "A Grande Família", da Rede Globo. Ela também tem vários filmes importantes no currículo, como "Nina", de Heitor Dhália.

Ronaldo Bonafro

Ator (Júlio)

Ronaldo Bonafro começou no teatro em Ribeirão Preto SP aos 11 anos de idade, onde frequentou duas escolas de interpretação e alguns cursos livres teatrais, tais como: O corpo que pensa, Construção da narrativa e Dramaturgia da Imagem.

Atualmente, aos 21 anos, ele reside em Uberlândia-MG, e está cursando graduação em Teatro na UFU (Universidade Federal de Uberlândia)

Letícia Franco

Atriz (Amanda)

Até participar do elenco de "Valentina", Letícia não tinha nenhuma experiência profissional como atriz - apenas em apresentações amadoras na época da escola. Mas ela sempre se interessou pela área da atuação e descobriu que a equipe de Valentina estava fazendo casting na UFU - Universidade Federal de Uberlândia - o que acabou sendo sua grande chance para estrear no cinema. Atualmente, Letícia tem 21 anos e cursa design na UFU. "Nunca imaginei que participaria de um longa, mas isso foi engrandecedor pra mim como pessoa e também a realização de um sonho.”

Rômulo Braga

Ator (Renato)

Rômulo nasceu em Brasília. Logo na infância, no entanto, se estabeleceu em Belo Horizonte, Minas Gerais. Começou no teatro ainda na adolescência por influência de professores da escola. Tem entre seus principais projetos a peça Aqueles Dois, com direção coletiva da Compania Luna Lunera, pela qual ganhou o Troféu Usiminas-Sinparc de Melhor Ator, e a também premiada Trabalhos de Amor Perdidos, da Companhia Lúdica dos Atores. Estreou no cinema em Sonhos e Desejos (2006), de Marcelo Santiago, longa premiado no Festival de Gramado daquele ano. Destacou-se principalmente nos filmes Mutum (2007), de Sandra Kogut, destaque dos festivais de Cannes, Berlim e Rotterdam, e Sangue Azul (2014), de Lírio Ferreira, que lhe rendeu o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante no Festival do Rio.

Pedro Diniz

Ator (Marcão)

 

Pesquisador e consultor do roteiro

Pedro, homem trans, 25 anos. Nascido e criado no interior de Minas Gerais. Hoje, formado em publicidade e propaganda, mora em Brasília e atua como analista de dados. Antes da afinidade com estudos de comportamento nas redes sociais, vem a paixão pelo cinema. Imagina roteiros por diversão. Trabalhou como pesquisador para o processo de consultoria do roteiro de “Valentina” e teve a oportunidade de estar pela primeira vez em um set durante as gravações do curta-metragem “Iara”, da Campo Cerrado. Para Pedro, Valentina foi a oportunidade de “viver alguns dias dentro de um sonho”.

Cássio Pereira dos Santos

Diretor e Roteirista

Nascido em 1980 em Patos de Minas, e com raízes em Cruzeiro da Fortaleza (MG), Cássio Pereira dos Santos estudou cinema na Universidade de Brasília, onde dirigiu projetos de ficção e documentários. Depois de terminar a escola de cinema em 2003, ele escreveu e dirigiu oito curtas-metragens, entre eles A Menina Espantalho e Marina não vai à praia. Seus trabalhos foram selecionados em vários festivais internacionais de cinema, incluindo o Festival de Cinema de Varsóvia, o OutFest Los Angeles LGBTQ Film Festival, Aspen ShortsFest, Palm Springs, Festival de Curtas de Hamburgo, Mostra Internacional de Cinema São Paulo, Prix Jeunesse Munich, Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, Mostra de Cinema de Tiradentes. Seus trabalhos já receberam mais de 50 prêmios. Como roteirista, Cássio contribuiu com filmes como Guigo Offline, longa-metragem LGBTQ para a televisão brasileira, vencedor do Prêmio de Melhor Longa-Metragem Brasileiro no Festival Mix Brasil. Valentina é sua estreia como diretor em longas metragens. Atualmente Cássio reside em Uberlândia (MG), e trabalha no desenvolvimento de seu segundo longa.

Erika Pereira dos Santos

Produtora e

Diretora de Casting

Érika Pereira dos Santos estudou Interpretação Teatral na Faculdade de Artes Dulcina de Moraes, em Brasília- DF, cidade onde trabalhou por mais de 10 anos. Foi produtora e assistente de direção em diversos trabalhos, entre curtas e longas-metragens. Produziu os filmes "A Menina Espantalho", “Marina não vai à praia” entre outros curtas do irmão Cássio Pereira dos Santos. São filmes que foram selecionado por mais de 200 festivais pelo mundo. Integrou a equipe técnica de diversos longas-metragens, como “Faroeste Caboclo” de René Sampaio (baseado na canção de Renato Russo), “Até que a casa caia” de Mauro Giuntini, “A espera de Liz” (em finalização) de Bruno Torres, “Insolação” de Felipe Hirsch e Daniela Thomas, entre outros. Sócia da Campo Cerrado Produções, no momento Erika supervisiona o lançamento de Valentina.

Natália Brandino

Produtora Executiva

Sócia e Produtora Executiva da Kocria Audiovisual. Bacharel em Administração de Empresas (2011), Pós-graduação em Marketing e Cadeia de Valor (2013) - UniCEUB, Pós-graduação em Cinema e Linguagem Audiovisual - Estácio Sá (2017) e MBA em Controladoria e Finanças - UDF (2018). Desde 2011 atua nas áreas de produção, financeiro e pesquisa em obras audiovisuais. Integrou a equipe de produção de filmes como Eduardo e Mônica (2019) e executou

a função de controller de filmes como Uma Loucura de Mulher (2016) e O último Cine Drive-in (2015). É produtora executiva de Valentina e presta serviço de consultoria financeira para o longa O Espaço Infinito, ambos em pós-produção.

Walder Júnior

Produtor Executivo

Formado em Processamento de Dados (Católica de Brasília,1999), especializou-se em gestão de projetos para internet (2000). Em 2012, tornou-se Bacharel
em Cinema pelo IESB e durante 6 anos foi produtor e consultor em mídias digitais na Ligocki Entretenimento. É sócio fundador da Kocria Produções. Entre seus principais trabalhos estão: Assistente de Pós-Produção em O Último Cine Drive-In (2015), de Iberê Carvalho; Assistente de Produção em Uma Loucura de Mulher (2016), de Marcus Ligocki Jr; Produtor Executivo no Núcleo Criativo Ligocki (2016); Diretor de Produção em O Fantástico Patinho Feio (2018); Produtor de Veículos de Cena no longa-metragem Eduardo e Mônica, de René Sampaio (2020).

Hebe Tabachnik 

Produtora Executiva

Por mais de 15 anos, Hebe Tabachnik foi curadora de filmes e participou como jurada, avaliadora de projetos e palestrante em festivais de cinema nos EUA, Argentina, Brasil, China, Chile, Colômbia, Cuba, Israel, México, Porto Rico, Espanha e Trinidad e Tobago. Ela é a Programadora Ibero Americana dos Festivais Internacionais de Cinema de Palms Springs (psff) e Seattle (siff), e é membra do Conselho de Diretores e programadora do Dance Camera West (dcw) um festival de filmes de dança em Los Angeles. Desde 2013 é Diretora e Produtora do Guadalajara International Film Festival em Los Angeles (ficg in la) e desde 2011 é Programadora Convidada do Prêmio Maguey no ficg. É professora convidada na Escola de Cinema de San Antonio de los Baños (eictv) e ministra workshops sobre festivais e distribuição de filmes. Hebe também é consultora e membra do Conselho de Honra do Film Documentary do cuec unam do Departamento de Jornalismo e Literatura Cultural Hugo Gutiérrez Vega da Universidade de Guadalajara, México. Ela trabalhou para os Festivais de Cinema de Sundance e Los Angeles, para a Cinemateca Americana de Los Angeles e fez parte do comitê de seleção do International Documentary Association (ida) Awards. Hebe formou-se em Direção e Roteiro na Universidad del Cine de Buenos Aires, onde se tornou Professora do Departamento de Direção. Ela também é cofundadora e vice-presidente da Lokro Productions, Inc., uma produtora de cinema fundada em 1999 em Los Angeles.

Denise Vieira

Diretora de Arte

Graduada em Arquitetura e Urbanismo (FAU Universidade de Brasília), com mestrado em Teoria, História e Crítica da Cidade (FAU UnB), Denise Vieira atua como Diretora de Arte desde 2006. Suas principais obras são: Marina não vai à praia (2014) e Menina Espantalho (2008), de Cássio Pereira dos Santos; Era uma vez Brasília (Locarno, 2017) e Branco Sai, Preto Fica (Mar del Plata, 2014), ambos de Adirley Queirós. Pelo último, recebeu Prêmio de Melhor Direção de Arte no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Dirigiu o curta Meio fio (2014), que circulou por mais de 13 festivais no Brasil e no exterior. Prepara-se para dirigir e produzir seu primeiro longa A mulher no quarto ao lado.

Leonardo Feliciano

Diretor de Fotografia

Leonardo Feliciano se formou em Cinema na Universidade
de Brasília, e estudou cinematografia na renomada Escola de Cinema de Lodz, na Polônia. Como fotógrafo, filmou mais de uma dezena de curtas e nove longas. Entre eles estão Branco Sai, Preto Fica (Melhor Filme - Festival de Cinema de Mar del Plata 2014) de Adirley Queirós, Menina Espantalho (Melhor Curta-Metragem - Tokyo Short Shorts 2009) e Marina não vai à praia (2014), ambos de Cássio Pereira dos Santos. Seus novos trabalhos incluem os longa metragens Arábia (Roterdã 2017), No Coração do Mundo (Roterdã 2019), o curta Desires of the Flesh (Sundance 2019) e Valentina (2020).

Alexandre Taira

Montador

Graduado em Audiovisual pela ECA / Universidade de São Paulo, Alexandre é sócio-fundador da produtora Lusco Fusco. Produziu e editou documentários, curtas e longas metragens, tendo recebido alguns prêmios como montador, como uma Menção Especial na Berlinale 2012 (seção Geração) pelo curta metragem “L” (dirigido por Thaís Fujinaga).

Camila Machado 

Sound Designer/Editora de Som

Camila Machado é uma designer de som nascida em Brasília. Estudou Cinema na Universidade de Brasília de1999 a 2003. Fez graduação em Som na Escola Internacional de Cinema e Televisão (EICTV) em Cuba, de 2003 a 2005. Como Engenheira de Som, suas principais obras no cinema são Ressurgentes - um filme de ação direta e Entorno da Beleza, ambos de Dácia Ibiapina e O Mestre e o Divino, de Tiago Campos. Como designer de som, trabalhou em Branco Sai, Preto Fica, de Adirley Queirós, e nos curta metragens Ninguém nasce no Paraíso, de Alan Schvasberg; Ameaçados e Projeto 68, de Júlia Mariano; Marina não vai à Praia e Menina Espantalho, de Cássio Pereira dos Santos.

Alexandre Jardim

Mixador

Com mais de 25 anos de bagagem em cinema, Alexandre Jardim é responsável pelas mixagens do CTAv há 8 anos, tendo inúmeros títulos em seu currículo, entre eles os memoráveis Olho de boi, de Hermano Penna e Terras, de Maya Da-Rin. Também atua como restaurador de som e tem como seus trabalhos de destaque nesse campo os filmes Rainha Diaba, de Antônio Carlos Fontoura e Assalto ao Trem Pagador, de Roberto Farias.

  • Ícone do Youtube Branco
  • Ícone do Instagram Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • Ícone do Youtube Branco
CONTATO:

CAMPO CERRADO PRODUÇÕES (produtora)

 

www.campocerrado.com.br

Nome *

Email *

Digite sua mensagem...

Kocria Audiovisual

Corriola Filmes     (coprodutoras)

ANAGRAMA FILMES (distribuidora)

 2020 - Campo Cerrado Produções